sábado, 24 de diciembre de 2016

Pessoas seguem Pessoas


Porque mudam as pessoas de ginásio? 
Para além de fatores como o preço, localização, instalações, um dos motivos principais assenta na premissa que pessoas seguem pessoas, isto é, muitas vezes a mudança de ginásio prende-se na decisão de seguir alguém que se admira ou com quem se mantém uma forte relação.
O nosso negócio propicia relações e fortifica a importância das mesmas nas escolhas de cada um.

Desde sempre, em qualquer área de negócio ou a nível pessoal, a relação que temos com as pessoas é proporcional ao bem-estar que sentimos em estar em determinado local e podermos privar com essas pessoas com quem nos sentimos especiais, muitas vezes pela empatia que sentimos, outras pela personalidade que admiramos, pela energia que contagiam, porque nos divertem ou porque prestam um serviço excecional.

Todos gostamos de ser bem servidos e que se preocupem connosco, de forma a ficarmos agradecidos e com vontade de corresponder ao que nos fizeram sentir. Senão vejamos: quantas vezes escolhemos uma loja ou restaurante porque as pessoas que lá trabalham nos trataram muito bem e cuidadamente? Quantas vezes gostámos de um nome por identificarmos com alguém que admiramos?

Nos clubes, devido à proximidade que temos com as pessoas, a arte de bem receber e fazer sentir boas emoções são determinantes para aumentar a retenção.
Por muito que queiramos que os sócios escolham modalidades e não professores, sabemos que é tarefa difícil isolar estas duas realidades. Desde pequenos que gostamos das disciplinas lecionadas pelos professores preferidos.

Por muito que gostemos de determinada modalidade, se o professor não sintonizar com o nosso registo, dificilmente iremos gostar, mas o contrário acontece com mais frequência, isto é, um professor fazer com que passemos a gostar de fazer algo pela sua forma de atuar, simpatia, dinamismo ou qualquer outra característica que nos conquiste.

E porquê? Porque quem recebe bem os sócios, quer na aula, na sessão de Personal Training ou mesmo no clube marca positivamente a experiência e induz a vontade de a repetir.

Receber é uma arte, e como toda a arte, deve-se propor a fazê-la quem sente vontade de a praticar. Há que a fazer sentir a quem recebemos por atitudes, que nos preparámos para a receber, dar-lhe muita atenção de forma personalizada e genuína. Deverá imperar a simplicidade que é elegante e deixa as pessoas mais à vontade.

Diria que as melhores coisas da vida, como o sucesso, felicidade e amor, dependem da nossa habilidade para criar e manter relacionamentos bem-sucedidos e duradouros. Esta habilidade é conhecida como inteligência emocional.

A tão falada inteligência emocional é a habilidade para reconhecer, controlar e comunicar efetivamente as nossas emoções e reconhecê-las nas outras pessoas. Quando as nossas habilidades associadas à inteligência emocional estão bem desenvolvidas asseguramos uma sólida componente emocional que nos ajuda a construir uma forte relação e a saber comunicar com clareza.

E para que tudo isto aconteça teremos de construir relacionamentos positivos, estar focados nas pessoas, saber ouvir, saber ler o registo de cada um, entender motivações, sentimentos e necessidades e contagiar muita diversão e alegria.

E como numa relação pessoal, quanto melhor conhecermos com quem nos relacionamos, melhor poderemos responder aos seus gostos, personalidade, valores e educação.

O risco ocorre muitas vezes quando achamos que podemos apenas seguir o que sempre fizemos e como sempre fizemos.

Como profissionais que somos, o nosso trabalho é constantemente avaliado pela nossa postura e atitudes mas também pelas novas ideias que geramos e pela inovação que apresentamos.
Um profissional que se prepara, que estuda, que investiga, que põe em prática novos comportamentos e soluções é verdadeiramente inovador e eficiente.

Na relação com um profissional de fitness, tal como numa relação pessoal, terá de imperar uma grande dinâmica para que todos os dias sejam diferentes e melhores e, desta forma, proporcionar resultados duradouros e emoções muito positivas.

O mercado está cada vez mais exigente e já não basta ser simpático, dar uma boa aula ou um forte treino. Há que surpreender as pessoas com treinos diferenciados, mais desafiantes, que motivem a superação e que, em simultâneo, as divirta e as faça sentir bem. Sempre a progredir e a fazer aprendizagens.

Existem pessoas que nos acrescentam valor, que nos fazem evoluir, seja pela sua educação, por serem cultas ou mesmo interessantes e por isso nos sentimos bem perto delas. Quando aprendemos algo ficamos felizes e damos uma boa aplicação ao nosso tempo, que é valioso.

Deverá haver um registo de otimismo, quer no nosso discurso, quer no encorajar metas, centrarmo-nos em soluções, nem que seja necessário sair da zona de conforto, tendo sempre por base um bom e descontraído ambiente.

Quando tudo isto acontece, conscientemente ou não, teremos seguidores, que nos seguem nos treinos, nas redes sociais, nos comportamentos e atitudes, na forma saudável de encarar a vida e até mesmo na vida pessoal.

É notável também que o poder crescente das redes sociais nos permite uma maior proximidade e aumenta a nossa capacidade de influenciar decisões e comportamentos.

A importância das redes sociais como Facebook, Instagram ou Twiter é que se tornaram uma ferramenta de relação entre as empresas e  os seus clientes, tornando-se indispensáveis à comunicação dos dias de hoje. Através delas é possível estabelecer vínculo, conhecer hábitos, fortalecer conexões e até mesmo solucionar conflitos.

Personalidades fortes e com provas de sucesso são sempre os mais seguidos: O Cristiano Ronaldo é a segunda pessoa com maior número de seguidores nas redes sociais, apenas atrás da cantora norte-americana Taylor Swift, de acordo com um estudo publicado pela Apple Tree Comunications.
E quando somos apaixonados por pessoas e por aquilo que fazemos, a conquista acontece e também somos conquistados…

E, assim, quando saímos dum projeto temos pessoas que espontaneamente nos acompanham, pela confiança, pelo profissionalismo, pela empatia ou mesmo pela amizade. E para nós é como se de um forte reconhecimento se tratasse. Sentimos gratidão, felicidade e um grande orgulho por conseguirmos relacionamentos inabaláveis.

Isto porque pessoas seguem pessoas… e acreditem, quando vivenciamos isto, tudo faz muito mais sentido.


Carla Natário

  • Diretora 1Fight
  • Licenciatura Gestão de Empresas
  • Diretora Tonik Laranjeiras
  • Diretora Holmes Place Amoreiras
  • Corporate Manager cadeia Holmes Place
  • Administradora Lisboa Wellness Center
  • Diretora Active Life


 
Gym Factory Portugal © 2014 gymfactory.net & Gym Factory . ...